Treinar Virtual - Gestão Empresarial

32. 3031-1500

contato@treinarvirtual.com.br

Contato
Notícias Aprenda a lidar com as críticas no trabalho...

Aprenda a lidar com as críticas no trabalho...

Receber uma crítica no ambiente de trabalho pode não ser agradável, mas é necessário saber lidar com essa situação. Para a analista de recursos humanos, Maria Carolina Araújo, a crítica é importante para o crescimento profissional e no desenvolvimento da capacidade de melhoria. “É importante para que o profissional diminua os pontos que são vistos como negativos e maximize os pontos positivos,” destaca.

Na hora de receber uma crítica do chefe

Maria Carolina explica que, em muitos casos, quando o chefe faz uma crítica é porque ele se importa com o crescimento profissional do funcionário. “ É necessário que a pessoa esteja aberta para receber críticas e busque melhorar os pontos negativos apontados, pois com isso ela irá se tornar um profissional cada vez mais capacitado e eficiente.”

E se for de um colega de trabalho?

“Quando é o chefe eu acredito que a pessoa aceita melhor,” diz Maria Carolina. Para que o profissional aceite a crítica de forma positiva é necessário que o colega de trabalho saiba se expressar e busque o momento adequado para a conversa. “Assim o amigo não irá ficar incomodado e evitará mágoas.”

Responder ou se calar

De acordo com a analista de RH, o ideal é que após receber uma crítica o profissional busque refletir sobre ela. “Ele precisa de um tempo para tentar entender os pontos negativos abordados. O ideal seria que a pessoa respondesse que irá pensar sobre o assunto e que depois podem conversar sobre a crítica.”

Não concordo com a crítica

Após analisar e perceber que a crítica não procede, o profissional deve buscar o diálogo. “Ele deve apresentar os argumentos contrários e buscar exemplos de outras situações reais vividas por ele que auxilie o debate,” aconselha Maria Carolina.

Cuidados na hora de criticar

A analista de RH aconselha que antes de se fazer uma crítica é imprescindível pensar na melhor maneira de abordar o assunto e escolher o melhor momento para a conversa. E ela ressalta: “Não se esqueça que podia ser com você! Lembre-se sempre do que não gostaria de ouvir e se coloque no lugar do outro.”

Fonte: www.ecaderno.com